3 de outubro de 2017

Dicas para a boa conservação do seu imóvel

Você já imaginou poder evitar dores de cabeça antes mesmo que elas ocorram? Pois com um imóvel, isso é totalmente possível: basta apostar na manutenção preventiva.

Há itens dentro do imóvel que sofrem desgastes naturais com o passar do tempo. A manutenção periódica  é o que garante que eles mantenham suas características originais, bem como a qualidade de vida de seus moradores.

Por isso, é importante tomar alguns cuidados. Confira a seguir algumas dicas para a boa conservação e valorização da sua casa ou apartamento.

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

Contrate periodicamente um eletricista de confiança para que ele avalie o estado das instalações. Substitua tomadas, benjamins, interruptores, cabos, fios comprometidos e disjuntores. O ideal é que essa manutenção seja feita, no mínimo, a cada 10 anos.

Além disso, verifique sempre o estado de conservação de equipamentos como alarmes, interfones, cerca elétrica e motor do portão para evitar paradas inesperadas desses equipamentos de segurança.

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

Os entupimentos em encanamentos e vasos sanitários são verdadeiros incômodos em um imóvel e os custos para consertar podem ser altos. Para fazer a manutenção preventiva, contrate um encanador que avalie periodicamente o estado dos encanamentos, do vaso sanitário, da caixa d’água e de toda a parte hidráulica da casa. Se houver a indicação de algum procedimento, considere fazê-lo o mais rápido possível.

CALHAS, TELHAS E BUEIROS

A manutenção adequada de calhas, telhas e bueiros é fundamental para garantir o escoamento da água da chuva e da sujeira que possa acumular no telhado. Além disso, ajudam na conservação da pintura, evitando umidade nas paredes e erosões no quintal. Realize pelo menos duas vezes ao ano a retirada de detritos, folhas e outros volumes com a ajuda de uma empresa especializada, capaz de realizar a desobstrução sem causar prejuízos ao encanamento. Em caso de telhas rachadas ou quebradas, troque imediatamente.

ACABAMENTOS E REVESTIMENTOS

Substitua tacos e azulejos danificados. Se for trocar todas as peças, lembre-se de optar por tons mais neutros para não enjoar futuramente. Caso o piso ainda esteja em boas condições, basta investir em um polimento para dar um novo aspecto ao ambiente. Periodicamente, troque também itens de acabamento antigos, como maçanetas, interruptores, torneiras e registros.

Leia também no blog da Piacentini: as vantagens de sair do aluguel.

< Voltar